A melhor literatura porno e erótica

A literatura erótica é muito mais do que os gostosos comerciais, como As Cinquenta Sombras de Grey e a samba porno. Há uma longa tradição em diferentes idiomas e este gênero é capaz de nos oferecer histórias sensuais e sedutores que bordam os recursos literários. Se você gosta de passar um bom tempo com os sexos mais ousados que redtube, não hesite em ir à livraria mais próxima e fazer com estas três jóias da paixão feita literatura.

  • Atração mortal

Se você disser que o homem de seus sonhos é o principal suspeito de um crime. (…) Até onde llegarías para descobrir a verdade? Sara Santana é sinônimo de problemas. Se há uma cabeça de bater, um lancil com o que tropeçar ou um cão morder, ela é o objetivo da má sorte. Um evento inesperado? O assassinato de sua irmã gêmea da mergulha em uma profunda depressão, estimulado pela culpa que sente a raiz da indiferente relação que mantinham uma com a outra. Agora Sara está pronta para descobrir o seu assassino, mesmo que para isso tenha que dar muito de si mesma. Até mesmo apaixonar-se do tipo errado. O que é Héctor Brown, um bilionário americano, playboy e bem-sucedido homem de negócios. Só que há um pequeno problema. Ele é o principal suspeito da morte de sua irmã. Você pode descobrir a verdade, ou, acaso, Héctor Brown é muito escuro, sexy e irresistível para ela? Mistério, amor e paixão uma novela que não o deixará indiferente.

  • A bruxa dos sapatos vermelhos

Ari é a matriarca de uma cadeia de restaurantes. Em um deles, conhece Marcos, o gerente. Desde o primeiro momento se sentem atraídos um para o outro. Mas uma série de circunstâncias há que se distancien. Quando voltam a se encontrar, explode a bomba explodiu… Um relato onde a tensão sexual é patente desde o minuto um, e onde o pior é enfrentar a cerca de sentimentos ocultos, mas que estão à flor da pele. Helen nasceu em Barcelona, em um dia quente de Julho. Mãe de dois filhos e é casada desde os 19 e vive em uma aldeia de montanha, daí que seja como uma cabra. Apelidada de “pertur” por suas amigas facebookeras, decidiu abrir um blog onde colocar seus desvarios, e assim nasceu “Reflexões de uma mente (um pouco) perturbada”, onde, além disso, colabora com diversas editoras, destacando seus romances e há entrevistas interativas para as autoras do momento. Desde muito jovem criava histórias que guardava em um livro, mas não foi até há poucos anos, que voltou a entrar o bichinho da escrita, bem envolvida no I concurso Divalentis, onde escolheram os seus dois relatos “Cravos vermelhos” e “Chuva agradável junto com outros 104 autores para a publicação de uma antologia de 150 rosas.

  • Meu querido zar

Quando sobe no avião rumo a suas desejadas férias nas Canárias, Cristina só pensa em esquecer um casamento quebrado. Em seus planos está desfrutar do sol, descansar e se divertir com a leitura de maravilhosas novelas românticas, seu gênero favorito. O último que Cristina espera deste curso é exatamente o que vai acontecer: conhecer a Misha, um empresário milionário russo, sedutor, viril e extremamente sexy, e que este se fixe nela, uma professora galega treintañera com a auto-estima algo baixa, um passado triste a sua volta e uma risada muito contagiante. Junto a ele, Cristina sente tudo o que havia imaginado, quando lia o seu livro de cabeceira, Cinquenta sombras de Grey: noites de sexo desenfreado, presentes generosos… E amor de verdade. No entanto, apesar de estar vivendo esse sonho, ela não termina de acreditar. Como pode a vida ser tão fantástica como nas novelas? Existem no mundo real os finais felizes? Meu querido zar é a homenagem de Cristina Brocos a um gênero que adora. Mas também é um romance apaixonante e cativante, tingida de humor e de puro erotismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *